News

MaxHaus Campo Belo

Projetando um novo estilo de viver

Nascido do conceito de arquitetura aberta e flexível, o MaxHaus Campo Belo (localizado na zona Sul da cidade de São Paulo) foi idealizado pela Perkins+Will juntamente com o empresário José Paim de Andrade. Cada uma das unidades possui 70 m² totalmente livre de paredes, com exceção de um core central que encobre o banheiro e o shaft de prumadas. Além dessa flexibilidade, cada uma das unidades permite a união com a unidade para a qual faz divisa; com isso, uma unidade pode se juntar a sua vizinha, tanto horizontal quanto verticalmente, aumentando sua área útil para 140 m², 210 m², 280 m² ou mais, dentro de um sistema componível. Derrubar divisórias entre os apartamentos e rasgos na laje para a escada são soluções que permitem essa flexibilidade.

Ainda com a intenção de facilitar a flexibilização das unidades, pode-se escolher piso elevado, monolítico ou de PVC, embutindo as instalações. Os itens presentes em todas as unidades são acabamentos e acessórios que valorizam a tecnologia e o design do empreendimento, dentre os quais: ducha alemã, banheiro com piso de mármore piguês, janelas maxim-ar com estrutura de aço inox escovado e interruptores automatizados acionados por um aplicativo Apple exclusivo da MaxHaus. Entretanto, a porta de alumínio estampado é o grande atrativo, pois além de ser um design premiado, possui facilidades como porta-cartas, visor diferenciado, campainha customizada, número do apartamento incorporado ao desenho de cada lâmina e abertura acionada por controle remoto. A seleção destes acessórios e acabamentos releva uma integração entre as soluções residenciais de alto padrão com as de tecnologia de ponta da área corporativa, estendendo esses recursos para as suas áreas comuns.

O edifício segue a linha MaxHaus de construção, porém revela uma evolução dentro do próprio conceito. Sua fachada de desenho e volumes únicos marca uma singularidade em relação aos demais edifícios da marca MaxHaus. Afastando-se do cenário tradicional da solução de fachadas, a Perkins+Will projetou para o edifício um jogo de volumes, cores e linhas para quebrar o ritmo da marcação monótona das janelas de cada andar, revelando os elementos componíveis. Através de enquadramentos e marcações feitos por painéis metálicos ondulados e reflexivos e por chapas de poliestireno de alta resistência, surge uma fachada com diferentes composições onde o próprio concreto em chumbo faz parte do jogo.

Atualmente, a Perkins+Will assina mais de 10 projetos da família MaxHaus, dentre eles: Paulista, Campo Belo, Vila Olímpia, Alto da Boa Vista, Brooklin, Berrini, Itaim (São Paulo), Cambuí I e II (Campinas), Praia Brava I e II (Santa Catarina), Porto Alegre e Santos.

Para mais informações sobre o empreendimento, acesse o site: http://maxhaus.com.br