Willis Towers Watson Sede LatAm

São Paulo, Brasil
Celebrando a identidade da cidade e seus marcos emblemáticos

Com uma cultura corporativa baseada no Agile working, a Willis Towers Watson contratou a Perkins&Will para criar um espaço livre, um escritório flexível. Como resultado, a nova sede da empresa na América Latina está focada na liberdade de uso.

Estações de trabalho sem dono fixo são conectadas à sensores que indicam se eles estão em uso, permitindo que os colaboradores escolham suas áreas de trabalho diariamente. Eles também podem optar por trabalhar em mesas menores ou booths, de acordo com a tarefa que eles estão desenvolvendo, se precisam de mais foco ou de trabalho colaborativo.

Localizado em São Paulo, o projeto faz referência à identidade da cidade e é inspirado nas linhas arquitetônicas orgânicas do Parque do Ibirapuera. O formato orienta a ocupação do espaço, distribuindo áreas comuns nas extremidades do pavimento, oferecendo mais acesso às janelas e à vista surpreendente. A cor verde também delimita, sutilmente, a área de espaço de trabalho, aludindo ao paisagismo exuberante do parque.

Grandes vistas da cidade
Booths e outros pequenos espaços são estabelecidos no canto do edifício para valorizar às vistas da cidade
Espaço de trabalho com um design dinâmico e moderno, baseado no conceito de trabalho ágil.
Grandes salas de reuniões mantêm a vista e as características colaborativas
Localizado em São Paulo, o projeto faz referência à identidade da cidade e seus marcos emblemáticos.
O Parque Ibirapuera também é conhecido pelo seu graffiti vibrante. A arte é lembrada aqui pelas cores vibrantes e dois grandes painéis de graffiti no refeitório, criado pelo artista Rogério Pedro.
Outra referência à identidade de São Paulo é a reprodução do icônico padrão de calçada da cidade no carpete da recepção. A mistura entre materiais naturais e industriais, como madeira e concreto, também faz referência à bem conhecida mistura da natureza e da construção da cidade.
Armários reforçam o conceito de trabalho sem lugar fixo, uma vez que todos os objetos pessoais são deixados neles e não nas estações de trabalho, que permanecem livres para uso.

Time do Projeto

Pessoas
Fernando Vidal